quarta-feira, janeiro 04, 2006

Pensamentos

São frases para se pensar, não são verdadeiramente a minha filosofia, apenas constituem a face mais radical dela. Mais virão...


1 – Amor e ódio podem chamar-se um ao outro caro di carne mea. Afinal não são eles gerados do mesmo ventre? Uma única estrada atravessada em sentidos diferentes?

2 – A fé é a miragem dos capazes, mas também a realidade dos tolos.

3 – Ser ou não ser?... Que se erga o primeiro que consiga a esta questão responder depois de morrer...

4 – Ignorância é felicidade, mas só para os ignorantes. Para os que sabem é um cancro.

5 – A moral não tem fundamento. Os moralistas são eles próprios imorais. O ser humano é intrinsecamente imoral. Como tal, a moral nega a humanidade.

12 Comments:

Anonymous Antharya said...

Lindas frases, tds com significados por detraz das palavras.

1. Esta frase tem sentido .. o ódio e o amor são como companheiros numa vida.. não existe amor sem existir o ódio por perto, como tb o contrario.
" Uma única estrada atravessada em sentidos diferentes?" nc poderia as descrever melhor, é cm se fosse um caminho a percorrer e o amor ía numa dircção e o ódio na direcção contraria. Simplesmente brilhante.

2.A fé é importante para kk pessoa, para mim a fé tem mt a ver com sonhos, para concretizar kk sonho é preciso ter uma grande fé e como tb fazer grandes esforços.
Ptt acho k a "realidde dos tolos" é mt conforme a mentalidade das pessoas.. n é preciso ser tolo para ter algum sonho practicamente impossivel de se realizar.

3. lol, eu n vou ser de certesa.

4.A ignorância.. a ignorância tem o poder de nos fazer feliz pk n nos deixa ver o mundo cm realmente o é. Poe uma venda nos olhos deixando.nos ignorantes ao k s passa a nossa volta. Por algum motivo ser culto hoje em dia é algo importante..

5. Esse pensamento é estranho, mas com sentido, se o ser humano fosse moral destruia.s a ele proprio.. pk a moral assim o diz.

10:30 PM  
Anonymous blueiela said...

Olá Oblivion

Vou comentar apenas o teu quarto pensamento porque é aquele com que mais me identifico..."ignorância, é felicidade, mas só para os ignorantes.Para os que sabem é um cancro".
Altero apenas o final, seguindo o meu pensamento...para os que querem saber é um cancro.Porque viver na ignorância livra-nos das verdades que fazem sofrer mas a maior doença é daquele que quer conhecer a verdade...porque se torna numa alma doentia e sofre por antecipação.Afortunados os ignorantes que não sofrem..

Boa sorte para este teu novo espaço:) Eu estou a gostar...

um beijo pensativo

blue

4:48 PM  
Anonymous Coma Black said...

respostas mt breves aos pensamentos:
1- sim, penso que sim
2- é um facto
3- ainda não morri (?) :P
4- realidade
5- lógico

bom começo de blog, visitar-te-ei mais vezes :)
[]
blessed be

4:01 PM  
Anonymous Senora Dona Telma Lacrima Lusitana ;) said...

pa começar o teu blog parece k vai no bom caminho! :)
eu já tava paki a dzr coisas sem mt sentido, k ks nem eu as entendia, axo ké mlhr parar! lol!
os teus pnsamnts têm algo d verdd, mas isso depend da opinião d cada 1 (e tu agora vais-m dzr... "ya, por isso é k são pnsamnts" :P)
***

1:49 AM  
Anonymous Lipa said...

olá!
Comentando o teu poste tenho a dizer que:
1.O amor e ódio, que concordo, mas que cabe ao ser humano escolher o sentido a seguir.
2. até pode pode ser a realidade dos tolos, mas é o que dá força a muita gente e esperança, tornam a miragem em realidade.
3.Ora quem escolhe ser, escolhe não morrer, certo? Eu como sou mais dos "não ser"...
4.A ignorância raramente é boa, pelo menos a total ignorância, porque a parcial às vezes só faz bem.
5. Esta concordo plenamente. APOIADO!!!!
Ora bem, isto tudo só pa comentar o teu primeiro post, no teu novissimo blog, parabéns por ele, e desculpa por não ser uma leitora lá muito assiduoa do antigo. Vou tentar melhorar, duvido é conseguir.

1:50 PM  
Anonymous White Wolf said...

Se o blog se mantiver na mesma linha, é bem capaz de ser um ponto que se podem discutir ideias interessantes. Antes de mais é de louvar mais uma vez o tipo de iniciativas que tens, como foi criar este blog e o teu outro flog.

Bem relativamente aos ditos pensamentos, cá vai o meu ponto de vista:
1- Não necessáriamente... Em muitos casos sempre, mas muitas vezes um surge sem necessariamente apareçer o outro.
2- È basicamente o mesmo que o pensamento 4 se formos ver numa perspectiva neutra. Quanto mais fé temos em algo, mais fechados ficamos a diferentes situações, iludirmos-nos com uma facilidade supreendente.Vejam o exemplo que as grandes religiões fizeram...levaram ao extremismo,dar a vida por algo que não é realmente fé mas uma obsecção...Quer isso dizer que não acho a fé necessaria? Não...apenas temos de encontrar um meio-termo.
3- Daquelas perguntas que são circulares. Tal como quem nasceu 1º: o ovo ou a galinha?
4- Já falei basicamente no pensamento 2 mas mesmo assim deixo só este ponto de vista. Aqueles que não sabem e que não preferem saber,apenas se iludem a eles próprios.
5- "Como tal, a moral nega a humanidade" - Não necessariamente... a moral aperfeiçoa as arestas do próprio humanismo. Sem elas viveriamos na perfeira anarquia.Nem sequer haveria humanidade para falarmos. Viveriamos á base do animalismo.

1:54 PM  
Blogger Alexandre said...

1 - São. E a junção de ambos define o ser humano enquanto animal social. São complementares e um muitas vezes acaba no outro, pelo que relação mais íntima não pode haver.

2 - Concordo. Não comento, uma vez que a própria frase fala por si

3 - *Sorriso* Esta é forte e, mais uma vez, fala por si. Gostei do relativo sarcasmo.

4 - Concordo com um comment anteriormente feito, que diz que onde está "Para os que sabem...", deveria estar "Para os que querem saber", exactamente pelas mesmas razões.

5 - Como seguidor de Nietzsche, também concordo com esta, em pleno. A moralidade é uma falsa generalização do pensamento próprio. É a tentativa de opressão de índole, o que é impossível. Não só pelo facto de o Homem ser ele próprio aquele que define as regras do seu jogo (vida), como também pelo facto de possuirmos uma consciência. Todo o moralista tem, pois, objectivos ao tentar impor o seu ponto. Abaixo o Kant!

A minha mísera opinião. Belíssimo primeiro post, que faz prever um blog altamente debatível. Keep up the good work.

6:54 PM  
Blogger Corpse Bride said...

ola =)
e aqui tou eu como o prometido (sou a smile metal dos fotologs)

eu nao sou la grande pensadora, ou melhor, eu nao penso
....

por isso nao vou comentar as frases apesar de nao concordar com a primeira
nao acredito que o amor e o odio possam ser assim tao proximos como se diz
quem ama de verdade nao pode nunca odiar aquele que ama
e aquele que odeia nao pode amar quele que odeia
nao acredito nisso
=/

mas potos

veijinhusssss***********

8:22 PM  
Blogger Marta Valente said...

Bom, vou comentar a 2ª frase: Só tem desilusões, aquele que cria ilusões. Portanto a fé, quanto a mim, é uma espécie de ilusão, apesar de ser importante acreditarmos em alguma coisa que nos guie ou oriente durante a vida. Só que a maior parte das vezes, acreditamos cegamente nas coisas, para logo depois, cairmos,pormos os pés na terra, e vermos que afinal, era tudo uma fantasia. Quanto a mim, as pessoas têm necessidade, sim, de acreditar, porque precisam de se enganar a si próprias...Já que se não o fizerem, vão-se deparar com uma realidade bruta e cruél, que nos arranca tudo sem piedade...

11:07 PM  
Blogger Gambozino said...

bem... nao posso fazer grande comentario (refiro-me ja ao segundo post) porque as frases comentam-se a si mesmas. posso dizer k gostei e k espero ver mais! um abraço

joao seco

4:55 PM  
Anonymous mitria said...

Para já tenho que dizer que parece-me que vem aí um bom blog. Diferente, com conteudo e um bom sitio para passar uns minutos a reflectir.
Quanto aos pensamentos ´só tenho a dizer que sao profundos, revelam um bom boado de ti e que concordo com alguns.
Chego à conclusao que viveste "mais" do que o normal.
Continua a pensar e a dar-nos que pensar, beijo

12:12 AM  
Anonymous HellSpawn said...

1 - diria que esta tematica está mais um bocado batida demais. Mudaste as palavras, mas a frase é a mesma de sempre. ja vi isso escrito de muita maneira em muito sitio, mas na pratica, diz sempre o mesmo. Diria mesmo que começa a ser um cliché.

2 - qt a esta, podia atazanar-te o juizo até ao infinito acerca daquilo que defines como fé. lol. eu poria esperança, ou talvez mesmo imaginação mo lugar de fé, nessa frase, mas enfim

3 - A deliciosa ironia :)

4 - não é uma ideia nova pa mim, mas revela miolos.

5 - discordo. contudo defendo que há muita hipocrisia entre os moralistas. aliás, a obcessão pla moral, em grande parte das situações deriva de complexo de culpa, o que torna muitos supostos moralistas, nos piores.

6:45 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home